A Rússia pode estar usando o abastecimento de alimentos como uma arma com repercussões globais, agindo da mesma forma que no setor de energia, disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, nesta terça-feira (24).

Falando no Fórum Econômico Mundial anual realizado em Davos, Von der Leyen disse que a “cooperação global” era o “antídoto para a chantagem da Rússia”.

“Na Ucrânia ocupada pelos russos, o exército do Kremlin está confiscando estoques de grãos e máquinas (…) E navios de guerra russos no Mar Negro estão bloqueando navios ucranianos cheios de trigo e sementes de girassol”, afirmou.

A invasão da Ucrânia pela Rússia — e a tentativa do Ocidente de isolar Moscou como punição — elevou o preço dos grãos, óleo de cozinha, fertilizantes e energia.

O Kremlin disse na segunda-feira (23) que foi o Ocidente o responsável pela crise alimentar global ao impor as sanções mais severas da história moderna à Rússia por causa da guerra na Ucrânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui