Para algumas pessoas, só de entrar no saguão do aeroporto já bate aquele frio na espinha. Fernando Siqueira Carvalho comenta que apesar de ser considerado um dos meios de transporte mais seguros, muita gente tem medo de avião, ainda mais se no meio da viagem ocorrer uma turbulência. Mas, para aliviar essa preocupação, vamos explicar o que é turbulência, as causas e as consequências.

Para desmistificar o fenômeno, é importante entender que sua ocorrência é muito comum durante o voo. A turbulência de um avião pode ser comparada com as ondas do mar. Portanto, não se preocupe com a possibilidade de turbulência, pois mesmo que o avião comece a tremer um pouco, não entre em pânico e tente seguir as instruções do comissário.

As turbulências acontecem, na maioria das vezes, quando o avião passa por nuvens. Porém, isso não significa que não haja com o céu limpo, porque todo esse movimento é causado, também, por bolhas de ar ou mudanças no fluxo de ar. Por isso, as aeronaves são projetadas para aguentar esse e outros tipos de fenômenos meteorológicos, como chuvas e relâmpagos. Fernando Siqueira Carvalho conta que essas mudanças de pressão acontecem o tempo todo, mas quando são previsíveis, o piloto pode ajustar a aeronave para se adaptar às mudanças de pressão, como mudar a potência da turbina ou a posição dos flaps. Quando a mudança é de uma hora para outra, ou quando muitas variações ocorrem continuamente, não há como se adaptar à aeronave, e a pressão fará com que a aeronave balance. Então, se atente às condições de voo a seguir:

Viagem noturna: Não há diferença na segurança durante o voo diurno ou noturno. O funcionamento normal de aviões e aeroportos não depende das condições de iluminação.
Viagem chuvosa: Mesmo com chuva forte, você pode viajar com segurança. Principalmente porque a aeronave está operando normalmente nessas condições. Fernando Siqueira Carvalho diz que o que pode ocorrer é uma pequena turbulência, de modo que apenas algum desconforto pode ser sentido.
Viagem em tempestade: a aeronave é fabricada para resistir a quedas de raios sem afetar a segurança do voo. Então, mesmo que a aeronave seja atingida, um raio passará pela fuselagem sem causar danos. Existe apenas o perigo de turbulência mais severa, mas não se preocupe, porque você será devidamente avisado e receberá as instruções de como agir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui