Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes é médico urologista, especialista em cirurgia robótica contra o câncer de próstata. Atualmente atua como cirurgião geral e atendendo casos de infecção urinária, cálculos renais e cânceres no rim. Neste artigo, o médico irá explicar o que é Pielonefrite.

Pielonefrite é uma infecção inflamatória causada por bactérias que atingem o parênquima renal e afeta quase todas as estruturas do órgão. A doença ataca o local das estruturas funcionais do trato urinário – rins, ureteres, bexiga e uretra – e o bacinete, porção proximal do ureter no rim que é dilatada em forma de funil, cuja função é facilitar o fluxo da urina.

A infecção renal é grave, semelhante a uma pneumonia, uma vez que atinge um órgão vital e pode ser dividida em duas:

  • Pielonefrite aguda: É causada por uma bactéria aguda – Escherichia coli, Enterobacter, Proteus Mirabilis e Klebsiella – que faz parte da flora intestinal. O Doutor Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes explica que a pielonefrite ocorre em pessoas com algum tipo de obstrução do trato urinário, a estase da urina acima da obstrução permite o crescimento bacteriano, já que essas bactérias costumam ser resistentes a antibióticos. O paciente costuma apresentar pouca resposta ao medicamento, sendo necessário uma antibioticoterapia.
  • Pielonefrite crônica: É quando o quadro bacteriano infeccioso se torna constante, normalmente associado a malformação do trato urinário ou por obstruções dos cálculos renais. A maior complicação é a insuficiência renal grave e refluxo urinário, principalmente em crianças.

Os sintomas da pielonefrite são semelhantes nas formas aguda e crônica da doença. A diferença da aguda é que a infecção é notada rapidamente e na crônica pode ocorrer fases assintomáticas, levando o diagnóstico tardio, provocando lesões irreversíveis nos rins, por isso a insuficiência renal grave. No entanto, os sintomas comuns são náuseas, vômitos, febre, dor nas costas e ida frequente ao banheiro para urinar. O Doutor Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes conta que o diagnóstico dos dois tipos se dá por exames laboratoriais para confirmar a presença da infecção e identificar o agente causador para, então, orientar o tratamento. Por ser uma doença com sintomas semelhantes a outras patologias, procure sempre o médico a qualquer sinal estranho no corpo, pois a descoberta precoce salva vidas. Para mais informações sobre casos parecidos acesse http://marcofortes.med.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui