reprodução

O prefeito reeleito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro (PSD) e o vice-prefeito, delegado Francisco Sampaio (PSD), foram empossados para o mandato de 2021-2024, na tarde desta sexta-feira, 1º de janeiro, no plenário da Câmara de Vereadores. Em virtude da pandemia do novo Coronavírus e por conta do Decreto Estadual que restringe o número de pessoas em eventos, a cerimônia foi realizada sem a presença de público, com transmissão online pelos canais oficiais da Câmara e pelo Facebook da Prefeitura de Foz.

Durante o ato de posse, o prefeito Chico Brasileiro agradeceu a confiança dos iguaçuenses e o apoio dos familiares e amigos durante todo o processo eleitoral. Ele destacou os avanços da gestão e anunciou projetos para os próximos anos.

“Vacinar a população contra a Covid-19 é a nossa meta para os próximos meses. Está será a prioridade nas nossas articulações. Também entregaremos novas obras, novas escolas e CMEIS. Vamos continuar com a nossa missão, trabalhando em conjunto e unindo a cidade”, afirmou. Chico defendeu programas sociais, o combate a violência contra a mulher, a humanização na saúde e os investimentos na educação.

“A política deve ser compreendida como um instrumento de transformação social, capaz de promover mudanças e reduzir desigualdades”.

O vice-prefeito eleito, delegado Francisco Sampaio também agradeceu o apoio de familiares e amigos durante a campanha eleitoral. Ele se comprometeu em trabalhar pela recuperação econômica do município. “Saibam que estar aqui é uma grande honra, algo que nunca esquecerei na vida. Agradeço a Deus pelas conquistas, a minha família e amigos. Vamos administrar uma das principais cidades do Brasil e garanto lutar para realização dos sonhos daqueles que querem uma cidade mais justa, saudável e civilizada”.

Chico Brasileiro e Francisco Sampaio foram eleitos em 15 de novembro, recebendo 54.254 votos.

Vereadores

Os 15 vereadores eleitos tomaram posse na sessão realizada também nesta sexta (01),  às 14 horas. Em seguida, foi eleita a mesa diretora para o biênio 2021-2022, que será presidida pelo vereador Ney Patrício (PSD), tendo como 1° Vice-presidente Rogério Quadros (PTB), 2° Vice-presidente Protetora Carol (PP), 1ª Secretária Yasmin Hachem (MDB) e 2° Secretário Maninho (PSC). Os vereadores também elegeram os membros das comissões permanentes para o ano de 2021.

Balanço Gestão

Ao assumir o Governo Municipal, em 1º de maio de 2017, após uma eleição suplementar, a primeira e grande missão de Chico Brasileiro foi a de organizar as finanças. Naquele ano, a Prefeitura se encontrava com R$ 100 milhões de dívidas, obras de infraestrutura paralisadas, sem certidões, capacidade de pagamento comprometida e em apenas um ano de mandato, a cidade já registrava superávit e equilíbrio fiscal. Reflexo da austeridade da gestão eficiente, Foz do Iguaçu passou a ter nota verde no Tesouro Nacional e pela primeira vez foi classificada como Boa Gestão pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), índice que avaliou as contas de 5.337 municípios de todo o país.

Após colocar a casa e ordem, Chico Brasileiro retomou as obras paralisadas e iniciou o maior programa de obras estruturantes da história da cidade. Em menos de três anos foram executados mais de 300 km de asfalto.

A meta de Brasileiro é asfaltar 100% da cidade nos próximos quatro anos, o que demanda a contratação de várias frentes de trabalho, junto com as obras de drenagem em curso. Entre elas, a canalização da bacia do Rio Mimbi, a drenagem no bairro Monjolo, região do Jardim Central e Parque Monjolo. Além disso, a Prefeitura construirá novas pontes de ligações entre bairros, abrirá novas avenidas e ampliará a rede de ciclofaixas/ciclovias da cidade.

Na educação, foram construídos 6 novos CMEIS e mais 4 serão entregues neste ano (no Profilurb, Loteamento Buenos Aires, Jardim Paraná e Jardim Jupira). Todas as escolas e CMEIS receberam melhorias, com reformas, ampliações e playgrounds. A gestão também implantou o programa de Coleta Seletiva, que hoje atende 100% das áreas urbana e rural. Os investimentos ocorreram em todas as áreas e continuarão acontecendo pelos próximos 4 anos.

Futuro

A prioridade do governo é iniciar a vacinação contra o Coronavírus, o que deve ocorrer ainda no primeiro trimestre. As obras municipais nas áreas de educação, esporte, saúde, habitação, mobilidade urbana e meio ambiente terão continuidade. “Vamos continuar com um conjunto de obras nos bairros, teremos grande obras de infraestrutura, e apoio forte dos governos estadual e federal e da Itaipu Binacional. Essas obras vão continuar criando empregos tão necessários e urgentes”, disse Chico Brasileiro.

Com site TN