Fotos: Jaelson Lucas / AEN

As lavouras de soja no Paraná registraram uma ligeira melhora de qualidade nos cultivos que se desenvolvem para a safra 2020/21, com avanço de 1 ponto percentual nas áreas classificadas como boas, para 79%, ante a última análise feita em dezembro, disse o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta terça-feira.

Houve recuperação na umidade do solo no período, embora o volume de chuvas ainda não seja considerado adequado, em relação a anos anteriores, disse à Reuters o economista do Deral, Marcelo Garrido.

“Teremos informações mais detalhadas no levantamento da próxima semana, já que muitos técnicos de campo das cooperativas e empresas estão de férias nesse período”, acrescentou.

As lavouras em condições médias representam 17% das áreas e as ruins –onde há perda sem chance de recuperação – são 3%, de acordo com o Deral.

A maior parte das áreas está em fase de floração (42%), seguida por frutificação (34%) e desenvolvimento vegetativo (23%). O plantio da oleaginosa foi concluído no início de dezembro.

No milho primeira safra, 79% das lavouras foram classificadas pelo Deral como boas, 16% médias e 5% ruins, cenário estável em relação ao levantamento anterior.

Fonte: Reuters