A Fomento Paraná retomou a movimentação de contatos com os municípios para formalização de parcerias com as prefeituras, associações comerciais e outras entidades, para ampliar oferta de crédito aos empreendedores informais, de micro, pequeno e médio porte no Estado.

Na semana passada, diretores da instituição estiveram em Alto Paraná, Flórida e Santo Inácio, no Noroeste do Estado, onde foram assinados novos contratos e convênios para renovação das parcerias existentes.

“Nossa movimentação está limitada pelas condições sanitárias do momento, mas mantemos uma busca ativa pela manutenção e ampliação das parcerias da Fomento Paraná, como determinou o governador Carlos Massa Ratinho Junior”, explica Heraldo Neves, diretor-presidente da instituição. “As parcerias são extremamente importantes para contribuir com o fortalecimento das atividades econômicas nos municípios e com a capacidade da base produtiva estadual de gerar empregos e renda para as pessoas”.

Atualmente a Fomento Paraná está presente em 246 municípios com agentes de crédito e 58 municípios com correspondentes, com um total de 265 postos de atendimento.

Em Alto Paraná, além de renovar o convênio o prefeito Claudemir Joia Pereira (Palito) manifestou interesse nas oportunidades disponíveis no Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), mantido em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas e Paranacidade, para investir na pavimentação do novo parque industrial do município, que está se especializando na fabricação e móveis sob medida.

A presidente da Associação Comercial e Industrial de Alto Paraná, Helia Marconi, também manifestou interesse em formalizar convênio com a Fomento Paraná para entidade tornar-se correspondente de crédito, a partir do credenciamento ao edital disponível da capacitação de um correspondente.

No município de Santo Inácio, além do convênio firmado para colocar um agente de crédito em atividade, a prefeita Geni Violatto pleiteia apoio do Estado para a instalação de um consórcio de municípios da região para gestão de resíduos sólidos, por meio do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM). O município também busca apoio para explorar o potencial turístico da região, que faz parte das primeiras missões jesuíticas no estado.

Na passagem pelo Noroeste o diretor-presidente, acompanhado do diretor de Mercado, Vinícius Rocha, e do assessor Jonny Stica, também foram recebidos em Maringá, para audiência com o prefeito Ulisses Maia, o vice Edson Scabora e os secretários de Trabalho, Renda e Agricultura, Francisco Favoto, e Marcos Cordiolli, de Inovação, Aceleração Econômica, Turismo e Comunicação. No encontro foi discutida a participação da Fomento como parceira do programa Maringá Juro Zero, que está sendo preparado pelo município.

O grupo também foi recebido pela diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), pelo presidente Michel Felippe Soares e pelos vice-presidentes Mohamad Ali Awada Sobrinho, Ribamar Alves Rodrigues e Marco Tadeu Barbosa. A ACIM foi a entidade correspondente de maior destaque em volume de recursos contratados das linhas da Fomento Paraná em 2020.

“Maringá apresenta um excelente potencial empreendedor e de organização da sociedade civil com o qual a Fomento Paraná está imbuída em colaborar com a disponibilização de crédito em condições adequadas para os empreendedores”, afirma Vinícius Rocha.