Foto: AEN

Um investimento do Governo do Estado vai reforçar a segurança do distrito de Entre Rios, área rural de Guarapuava, na região Central do Paraná. Nesta segunda-feira (11), o governador Carlos Massa Ratinho Junior esteve na localidade para a inauguração da nova sede Destacamento da Polícia Militar instalada no distrito.

Subordinada ao 16º Batalhão da PM, que tem sede em Guarapuava, a unidade recebeu investimentos de R$ 438,5 mil do Governo do Estado. Até então, ela funcionava em espaços cedidos ou alugados pela Cooperativa Agrária, que fica na região.

O governador salientou que é responsabilidade do Estado manter um ambiente adequado para o trabalho da Polícia Militar. “Entre Rios é um distrito maior que muitas cidades do Paraná, e há muitos anos as famílias queriam um destacamento onde a Polícia Militar pudesse se organizar e fazer a cobertura na região”, afirmou. Ele enfatizou o apoio da Cooperativa Agrária nos últimos anos.

Ratinho Junior também ressaltou que o planejamento do Estado prevê a modernização das forças de segurança, com estruturas melhores, veículos e equipamentos de ponta para os policiais. “A Secretaria de Segurança Pública tem feito este planejamento tanto para a Polícia Civil, como para a Militar”, disse.

OBRAS – Segundo o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, estão sendo executadas mais de 100 obras desta área, em todo o Estado. “Todas as instituições que compõem a pasta, as forças de segurança, de inteligência e o sistema penitenciário são contempladas com obras para melhorar as condições das pessoas que trabalham no local e entregar um serviço mais eficiente aos paranaenses”, disse.

“Um exemplo é este destacamento, que traz mais conforto aos policiais que aqui atuam e, consequentemente, darão o seu melhor para a comunidade”, ressaltou.

Com uma área de 100 metros quadrados, o espaço oferece melhores condições para o trabalho dos policiais militares que atuam na região. A estrutura conta com alojamento, sala administrativa, sala de rádio e instalações sanitárias. Sete policiais se revezam, em turnos de 24 horas por 48 horas, atendendo a comunidade.

REFORÇO – Formado por três colônias alemãs, o distrito de Entre Rios fica a cerca de 30 quilômetros do Centro de Guarapuava e tem aproximadamente 10 mil habitantes, se destacando como uma das maiores produções agrícolas do Paraná.

“Os policiais, que antes dependiam das instalações da Cooperativa Agrária, tem agora um espaço adequado para atuar. Isso garante um bom atendimento para toda a população de Guarapuava, especialmente os moradores de Entre Rios”, afirmou o prefeito Celso Góes.

O comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos, ressaltou que o destacamento reforça a segurança de uma importante comunidade de Guarapuava. “A instalação desta unidade está inserida em um contexto de ampliação da segurança nas áreas rurais, que já sofreram muito com furtos e roubos. Esta região primeiro atendida pelas Patrulhas Rurais e agora ganha um Destacamento de Polícia”, contou.

A região é atendida pela Polícia Militar desde 1977, mas o destacamento policial não tinha sede própria. Ele dividiu o espaço com a Delegacia da Polícia Civil e também ficou instalado em locais cedidos ou alugados pela Cooperativa Agrária.

A partir de agora, o Governo do Paraná, por meio da PM, assume todos os encargos da unidade, como água, luz, telefone e outros custos que antes eram pagos pela cooperativa.

O terreno para a instalação da unidade foi doado em 2004, mas o projeto ficou parado por mais de uma década. Em 2018 a obra foi licitada e o contrato assinado no ano passado, quando foi iniciada a construção.

“A estrutura instalada é semelhante às das Companhias de Polícia, com construção e terrenos grandes que permitem inclusive ampliar o número de policiais que atuam aqui”, explicou o comandante do 16º BPM, major Cristiano Cubas.

PRESENÇAS — Participaram da solenidade o presidente da Cooperativa Agrária, Jorge Karl; o subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira; o chefe do Estado Maior da PM, coronel Vanderley Rothenburg; os deputados estaduais Cristina Silvestri e Artagão Júnior e prefeitos da região.

Com AEN