Foto: Reprodução

O Governo do Estado divulgou nesta segunda-feira (15) um conjunto de ações que busca ampliar a empregabilidade e a qualificação profissional dos paranaenses nos próximos meses. Entre as novidades apresentadas pelo secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, estão a nova campanha do aplicativo Paraná Serviços, a parceria com Google para qualificação em Tecnologia da Informação (TI), a volta dos cursos das Carretas do Conhecimento e o desenvolvimento dos programas Emprega Mais Paraná e Recomeça Paraná.

Além disso, o secretário destacou o retorno do atendimento presencial nas Agências do Trabalhador do Paraná a partir da próxima segunda-feira (22), que passarão a funcionar também como agentes financeiros, oferecendo a possibilidade de contratação de empréstimos de até R$ 10 mil para pequenos empreendedores, em parceria com a Fomento Paraná.

“A linha estabelecida pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior é para que se crie e ofereça oportunidades de emprego aos trabalhadores do Paraná. Estamos todos empenhados nisso. O objetivo é colocar o Estado no caminho da empregabilidade. Estamos otimistas em relação a 2021”, disse Leprevost.

Ele ressaltou que o objetivo é repetir os bons números de 2020, quando o Estado liderou o ranking nacional de colocação de profissionais por meio das agências. Foram 74.615 trabalhadores encaminhados para vagas de emprego com carteira assinada. “Adotamos uma postura pró-ativa dentro das agências. Paramos de ficar esperando e fomos até as empresas oferecer oportunidades”, afirmou.

RECOMEÇA – A principal medida fica por conta do programa Recomeça Paraná. Com previsão para iniciar em abril, o projeto tem como objetivo estimular a geração de emprego e renda com apoio das Agências do Trabalhador. Mais um passo para a retomada do Paraná visando o fortalecimento da economia, debilitada pela pandemia da Covid-19.

De acordo com a diretora do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda, Suelen Glinski, as agências ampliarão o raio de atuação, oferecendo microcrédito, qualificação profissional e inovação a partir deste ano. As agências são vinculadas à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho. “É uma parceria com a Fomento Paraná. Em cada agência haverá uma pessoa especializada oferecendo crédito para quem quer empreender, sempre com juros subsidiados”, explicou.

Parceria que pode ser ampliada no longo prazo. A intenção, destacou a diretora, é trazer também o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para dentro dos postos, garantindo crédito para empresários de maior porte.

EMPREGA MAIS – O secretário Leprevost destacou, ainda, que a secretaria vai intensificar a ação Emprega Mais Paraná, disponibilizando oportunidades de trabalho para os moradores de diferentes municípios do Paraná.

As Agências do Trabalhador de 15 municípios, disse ele, já estão atuando na colocação de trabalhadores em 679 vagas ofertadas pela C.Vale – Cooperativa Agroindustrial, em Palotina (Oeste) e região.

As vagas estão sendo oferecidas nas Agências do Trabalhador de Alto Piquiri, Altônia, Assis Chateaubriand, Cafezal do Sul, Formosa do Oeste, Guaíra, Iporã, Maripá, Nova Santa Rosa, Palotina, Perobal, Pérola, São Jorge do Patrocínio, Terra Roxa e Toledo.

GOOGLE – Além disso, a secretaria acaba de firmar uma grande parceria com o objetivo de proporcionar uma qualificação profissional para jovens de famílias de baixa renda. O Governo do Estado, com o apoio do Google, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da empresa JA Brasil, vai oferecer um curso de Tecnologia da Informação (TI).

A expectativa é formar 300 pessoas em TI em 2021. As vagas são direcionadas para jovens que tenham vínculo com os Centros da Juventude de seus municípios. A primeira turma será aberta em março e vai ofertar 60 vagas no formato online. As inscrições podem ser feitas até 23 de fevereiro. O programa é totalmente gratuito para o participante e no final do curso haverá certificação pelo Google.

CARRETAS – O Governo do Paraná também retomará o projeto Carretas do Conhecimento, suspenso em março de 2020 pela intensificação da pandemia da Covid-19. O programa funciona em parceria com a Fundação Volkswagen e o Senai-PR.

A nova proposta terá início em março, em 30 municípios do Paraná, totalizando 90 turmas. O objetivo é capacitar mais de 1,6 mil alunos em nove cursos diferentes: panificação, costura industrial, aperfeiçoamento em mecânica industrial, manutenção e instalação de ar-condicionado split, mecânica de automóveis, aperfeiçoamento em eletricidade automotiva, noções de mecânica de motocicleta e instalações elétricas prediais.

Ainda em virtude da crise sanitária, as aulas foram adaptadas e serão realizadas 75% de maneira online, por Ensino a Distância (Ead) – os outros 25% ocorrerão de forma presencial, com as aulas práticas ocorrendo nas unidades do Senai no Estado.

No primeiro semestre a Carreta do Conhecimento vai passar por Curitiba, Campo Largo, Colombo, São José dos Pinhais, Paranaguá, Ponta Grossa, Guarapuava, União da Vitória, Pato Branco, Palmas, Francisco Beltrão, Cascavel, Marechal Cândido Rondon, Foz do Iguaçu, Toledo, Umuarama, Paranavaí, Londrina e Santo Antônio da Platina.

APLICATIVO – Uma nova campanha do aplicativo Paraná Serviços será lançada nesta terça-feira (16) com objetivo de aumentar o número de cadastrados. A ferramenta foi desenvolvida para fazer a intermediação entre o contratante e o prestador autônomo de serviços dentro do Paraná. São mais de 100 categorias de serviços beneficiadas. A plataforma digital conta com diferentes áreas de atuação, com mais de 150 opções de serviços.

AGÊNCIAS – A Agência do Trabalhador de Curitiba será reaberta para atendimento de intermediação de mão de obra a partir da próxima segunda-feira (22), seguindo todas as medidas sanitárias de enfrentamento ao coronavírus. O atendimento será realizado somente mediante a agendamento prévio pelo site www.justica.pr.gov.br/trabalho.

A Agência do Trabalhador Central de Curitiba funcionará das 13h às 17h. Para os demais postos do Estado, a reabertura fica a critério das administrações municipais, de acordo com os decretos de cada cidade para o enfrentamento à pandemia.

Para solicitar o Seguro-Desemprego, o trabalhador deve seguir alguns passos. Em primeiro lugar, é preciso baixar o aplicativo “Carteira de Trabalho Digital”, que é gratuito, preencher seu cadastro e habilitar o Seguro Desemprego na seção “Benefícios”. Finalizado o processo, aparecerá a mensagem “Aguardando liberação no posto”.


Paraná foi o segundo estado que mais criou empregos em 2020

O Paraná abriu 52.670 vagas de emprego em 2020, mesmo em um ano marcado pela pandemia. Esse foi o segundo melhor resultado do País, com apenas 380 contratações a menos do que Santa Catarina.

Ele é o comparativo entre 1.193.316 admissões e 1.140.646 desligamentos. O saldo de 52.670 vagas é superior ao saldo positivo de todos os estados do Nordeste e do Centro-Oeste. O Paraná foi responsável por 36,9% do resultado nacional.

O saldo de empregos do ano passado foi superior inclusive a 2019, que fechou em 51.441 vagas abertas. Foi o melhor indicador do Paraná nos últimos sete anos. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia.