O prefeito Marcelo Belinati (PP), o vice-prefeito João Mendonça (MDB) e os 19 vereadores eleitos para a 18ª legislatura da Câmara de Londrina tomaram posse em sessão solene virtual na sexta-feira (1º). Renovada com 12 estreantes, a nova legislatura terá a maior bancada feminina da história.

O formato inédito da posse foi adotado em função da pandemia do coronavírus. Também pela primeira vez na história, uma mulher conduziu a sessão. A vereadora eleita professora Sônia Gimenez (PSB) é a parlamentar mais velha, conforme o regimento interno, coube a ela instalar a nova legislatura.

Sônia declarou a posse de Belinati e João Mendonça, que discursaram. “Eu faço questão de ressaltar a grandeza de todos os londrinenses que, em um momento tão delicado, não se entregaram ao pessimismo, continuaram firme e com muita fé, acreditando no breve fim da pandemia e também no potencial de prosperidade da nossa cidade”, assinalou Belinati, que garantiu a imunização da população contra o coronavírus.

A cerimônia foi brevemente interrompida para que a presidência da Câmara assinasse o recebimento de uma notificação judicial, levada por um oficial de justiça, referente a uma ação impetrada pelo ex-vereador e candidato à reeleição Roberto Fu (PDT), que buscava impedir a posse do vereador eleito Marinho (MDB). Sem decisão liminar, o Marinho tomou posse. Clique aqui para entender o motivo da contestação.

Ao final da posse, os novos vereadores decidiram eleger a Mesa Executiva para o próximo biênio ainda na noite desta sexta-feira (1º). Os parlamentares vão definir se os membros das comissões permanentes serão escolhidos hoje ou após o início das sessões ordinárias.