Foto: Reprodução

O Ministério Público do Trabalho no Paraná abriu uma investigação para apurar possíveis irregularidades na contratação de trabalhadores que iam do estado do Pará a Santa Catarina. O procedimento foi instaurado na última terça-feira (26).

Segundo o órgão, a investigação foi aberta por conta de suspeitas de que os ocupantes do ônibus fretado que sofreu um acidente na última segunda-feira (25), poderiam ser vítimas de práticas ilegais.

O ônibus levava passageiros de Belém. Ao passar pelo trecho da BR-376, nas proximidades de Guaratuba, na Curva da Santa, o motorista teria perdido o controle do veículo, que atravessou a mureta e tombou em um barranco. O acidente matou 20 pessoas e deixou 33 feridos, segundo o Corpo de Bombeiros.

As suspeitas do MPT são baseadas em outro acidente, 20 dias antes, envolvendo um ônibus também fretado que fazia o mesmo trajeto e entrevistas veiculadas pela imprensa.