No período de suspensão, de 22 de dezembro a 03 de janeiro, o consumo de água na Região Metropolitana e na Capital foi 11,7% acima da média do período anterior, com rodízio, de 1º a 21 de dezembro. O dia de maior pico no consumo foi na véspera de Natal, com 724 milhões de litros. A média anterior era de 591 milhões de litros.

Entretanto, as chuvas que caíram em dezembro foram suficientes para que o nível de reservação passasse de 31,26%, no primeiro dia do mês, para 40,93% no último dia de dezembro. “Fizemos essa suspensão no período das festas para que a população tivesse um pouco mais de tranquilidade no fim do ano, mas é fundamental que todos retomem a Meta20, com o uso racional da água”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky.