A sessão foi aberta pelo vereador mais idoso entre os eleitos, Newton Soares, e teve o vereador Cleber Nogueira como secretário para o compromisso de posse e condução da eleição da nova mesa diretora da Câmara. Apenas uma chapa foi inscrita, tendo como candidato a presidente o vereador Fernando Galmassi, Cris Gimenes como candidata a vice, Cléber Nogueira como secretário e Ronaldo Cardoso como segundo secretário. A chapa foi eleita com sete votos favoráveis e três abstenções.
O novo presidente da Câmara, Fernando Galmassi, prestou juramento e em seguida convidou o prefeito reeleito Celso Pozzobom e o vice Hermes Pimentel para tomarem parte na mesa, conduzidos pelos vereadores Pé Duro e Cris das Frutas. Após a execução do Hino Nacional, prefeito e vice prestaram o compromisso de posse e foram declarados empossados pelo presidente do Legislativo.

Cris das Frutas fez um breve discurso em nome dos vereadores, destacando que 2021 será um ano melhor. “Hoje estamos aqui, na posse, sem a presença de público. A diplomação foi remota e acredito que é possível aprender em todas as situações. Contamos com vocês, prefeito e vice, e agradeço a atenção de todos, aqui ou pela internet. Desejo a todos os empossados, sucesso na caminhada”.

O prefeito Celso Pozzobom reafirmou o compromisso com o futuro de Umuarama, com o desenvolvimento, a saúde e a qualidade de vida da população. “Agradeço pelos 32.714 umuaramenses que aprovaram nosso trabalho e me confiaram, através do voto, a oportunidade de concluir o projeto que estabelecemos para ver a nossa Umuarama crescer, ampliar as oportunidades e se tornar mais forte e humana. A votação superou nossa primeira eleição, o que aumenta minha responsabilidade como prefeito e como o líder que a cidade precisa para direcionar e promover o seu desenvolvimento”, discursou.

Pozzobom lembrou que a campanha acabou e que agora é o momento de unir esforços e concentrar as atenções para que o desenvolvimento experimentado nos últimos quatro anos se sustente, para a cidade crescer, “não apenas nos números populacionais, mas também em infraestrutura, oferta de empregos, qualidade da educação e da saúde, atenção às faixas mais vulneráveis da população e incentivo aos negócios, ao comércio, à indústria e à prestação de serviços”.

O prefeito disse que, se houver necessidade, o município tem condições inclusive de adquirir vacinas para imunizar algumas faixas da população contra o coronavírus, caso haja atraso no repasse do imunizante por parte do governo federal ou do Estado. “Nossa condição nos permite fazer esse investimento emergencial na saúde da população. Também vamos concluir todas as obras em andamento e seguir com a modernização dos acessos de Umuarama, da gestão, reformando, das escolas e novos postos de saúde”, completou.